Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

terça-feira, 30 de junho de 2015

Acusados de praticar sequestro e estupro de mulheres entre a Paraíba e Pernambuco são apresentados; veja fotos


A Polícia da Paraíba apresentou no final da tarde desta terça-feira (30) os dois acusados da barbárie dos Bancários, durante entrevista coletiva na Central de Polícia, em João Pessoa. Ivan Pedro da Silva, 43 anos, autor do homicídio, e Leonardo José de Sousa, 22 anos, estão sendo responsabilizados pelo sequestro de duas mulheres, estupro e morte de uma das vítimas.
Conforme o delegado Walter Brandão, Glória da Silva, de 42 anos, e Caroline Teles Figueira, de 31 anos foram abordadas no Bairro dos Bancários, na Capital, em seguida levadas para um canavial às margens da BR 101, nas proximidades de Goiana, em Pernambuco.

As investigações apontaram que Ivan foi o autor tanto dos estupros quanto do homicídio. Conhecido como Márcio, ele já possui um vasto currículo criminal, respondendo a processos em outros estados. A polícia identificou, que o suspeito possuía vários endereços, em João Pessoa, Bayeux, Caaporã, Pedras de Fogo, Itambé e Iragassu.
Já o Leonardo José (o Léo), embora seja tecnicamente primário, quando menor de idade foi apreendido várias vezes por roubo, segundo a polícia.
O secretário de Segurança Pública da Paraíba, Cláudio Lima, classificou o crime de monstruosidade. “Desde o dia 21 de junho quando foi descoberto o ocorrido, mais de 30 policiais e três delegados se empenharam no caso”, argumentou.
A delegada Roberta Neiva fez toda a narrativa do caso e revelou que o pernambucano Ivan  Pedro (o Márcio) foi o único responsável pelo estupro das duas mulheres e pela morte de Glória da Silva. “Elas foram violentadas sexualmente, sofreram tentativa de estrangulamento e atropeladas”, relatou.
“Glória foi estuprada enquanto Caroline amamentava o filho. A repercussão do caso provocou medo nos elementos que decidiram queimar o carro da vitima”, acrescentou.

A sobrevivente, Caroline Teles Figueira, de 31 anos, sofreu fraturas na clavícula e costela. O filho, um bebê de nove meses, que também estava no carro abordado pelos criminosos, não sofreu ferimentos, mas foi deixado dentro de um matagal.
O titular da Delegacia de Homicídios de Goiana, Herbert Martins, também participou das investigações, disse que Caroline vem reagindo bem ao tratamento e já deixou a UTI do hospital onde está sendo acompanha, em Recife (PE).

Fonte: pbvale1
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India