Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

terça-feira, 19 de abril de 2016

Sete pessoas em Fortaleza já caíram no 'golpe do paciente na UTI'

A polícia continua recebendo denúncias de pessoas em Fortaleza que caíram no chamado "golpe do paciente na UTI", quando criminosos se passam por médicos e ligam pedindo dinheiro para a compra de medicamentos para familiares internados em hospitais da capital cearense. De acordo com a Delegacia das Defraudações, só neste ano, sete casos já foram registrados.

Uma mulher, que pediu para ter a identidade preservada, recebeu uma ligação de um homem que se passava por médico, informando que uma parente da mulher havia tido piora no estado de saúde e precisaria de uma cirurgia urgente. Para isso, seria necessário depósito de R$ 1.500 na conta dele  em um prazo de 20 minutos. "Fui no banco, saquei e depositei na mesma hora. Ele ficou ligando a cada dez minutos. Sacou [o dinheiro] na [avenida] Gomes de Matos, no Montese, na hora, não levou nem 5 minutos", lembra.
Segundo a vítima, o suposto médico era bastante convincente. Ele sabia detalhes como o horário de visitas e o prontuário dos pacientes. Só quando foi ao Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) para conferir se a cirurgia havia mesmo sido feita, a mulher descobriu que caiu num golpe.

O médico de plantão informou que a paciente não precisava de nenhuma cirurgia e que outras pessoas tinham recebido ligações. A vítima relata que uma das pessoas não caiu no golpe porque checou a informação quando estava chegando ao hospital para uma visita. O HUWC esclarece que todos os serviços feitos pela unidade são de graça e não há cobrança em nenhuma hipótese. Informou, ainda, que a Polícia Federal já foi acionada pra investigar casos.

O titular da delegacia de defraudações, Jaime de Paula Pessoa, explica que o "golpe da ligação premiada" não é feito somente por uma pessoa. "Quando tem domínio da história, da conversa, qualquer golpista com boa lábia pode aplicar golpe. Ele tem um mote, que atrai, pega a pessoa num momento de fragilidade. A grande dificuldade que ele sente é de obter os dados daquela pessoa que está na UTI ou está em hospital, e o nome do responsável pelo paciente. De posse disso, se torna mais fácil obter sucesso", informou.

As investigações mostram que os golpistas são de outros estados, por isso a polícia alerta que é preciso cuidado ao repassar informações por telefone para desconhecidos. "Quando receber essa ligação, fazer o contato com o médico que está assistindo o paciente ou o próprio hospital. Procurar antes de fazer depósito, se certificar pra saber se a pessoa precisa sim da cirurgia e do medicamento", orientou o delegado.

Denúncias
O contato da Delegacia de Defraudações é o telefone (85) 3101-7338. O hospital universitário pede que quem receber ligações desse tipo pode entrar em contato com a ouvidoria por meio do (85) 3366-8620, no e-mail ouvidoria@huwc.ufc.br, ou pessoalmente na Rua Capitão Francisco Pedro, 1290, Bairro Rodolfo Teófilo.


Fonte: G1 CE
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India