Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

02 de agosto de 2016, 27 anos da morte de Luiz Gonzaga

Nesta terça (02/08), fazem exatamente 27 anos da morte de Luiz Gonzaga, o eterno Rei do Baião.
Em 02 de agosto de 1989, o Brasil se despedia do maior representante da musicalidade nordestina.

Ai do forró se não fosse o dinamismo e a coragem do "velho Lua".

O acervo musical de seu Luiz é um dos maiores do Mundo.

Ele decantou os pássaros com a volta da Asa Branca e o Assum Preto cego dos olhos, de passagem por Granito seu Luiz lembrou de Salgueiro, via o boiadeiro tocando o gado, denunciou a covardia do homem com a morte de Raimundo Jacó, falou das belezas do Rio Brígida, das praias do Pina e Mangaratiba, o seringueiro Chico Mendes foi letra de musica na defesa da ecologia, os forrós na sala de reboco, o forró de Zé do Baile, seu Luiz foi chofer de praça, foi alfaiate, matuto de opinião, cantou o Padre Cícero, Frei Damião, o Padre sertanejo, rogou a Rainha do Brasil, a Nossa Senhora da Penha, a João xxiii, cantou as noites brasileiras, no meu pé de serra, no Piancó, as marchinhas juninas, defendeu o jumento, e com o cheiro da Karolina decantou muitas mulheres: Maria baiana, nega Zefa, Rosinha, samarica parteira, Helena, falou das mazelas da seca com as canções "vozes da seca, vaca estrela e boi fubá & a triste partida, chamou xanduzinha para penerar o xerém,passou pela feira de Caruaru, festejou  a festa do milho, de Santo Antonio, São João e São Pedro, sentindo a chuva cantou a volta da asa branca, de saudade disse adeus Iracema, embalou na rede veia, montou na mula preta, passeou por serrote agudo e sertão de aço, foi ao plantio do algodão, encontrou o amigo velho, enalteceu grandes obras como o projeto asa branca, as barragens do Rio Brigida, a hidreletrica de Paulo Afonso, passando por Bodocó disse logo aproveita gente que o forró vai ser bom pois vai chegar um caminhão de mulher de Ouricuri, foi pro Crato e de lá foi ver a beata mocinha, fumou o cigarro de paia olhando o crepúsculo sertanejo na hora da ave Maria sertaneja e foi simbora  "sem se despedir de mim, saudade o meu remédio é cantar".


"Luiz Gonzaga vive eternamente rei"


Por Sávio Barros, Umãs-PE

Via Portal Serrita
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India