Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

sábado, 17 de setembro de 2016

Pe. Reginaldo Manzotti, Boletim Informativo Semanal

Filhos e filhas,

No dia 14 de setembro, a Igreja celebrou a Festa da Exaltação da Santa Cruz. Não exaltamos a cruz como instrumento de morte, e sim como redenção. Por suas chagas, somos curados, já nos diz São Pedro (cf. 1Pd).

E eu quero aproveitar essas festividades, dia 15 de setembro, celebramos Nossa Senhora das Dores, para refletir sobre a idolatria, um tema que causa muita confusão entre os católicos. E para começar já afirmo, nós católicos, NÃO somos idólatras. 

Em alguns dicionários da língua portuguesa encontramos o mesmo significado para as palavras “adorar” e “venerar”, porém, não existe sinônimo que seja absolutamente equivalente e nenhum dicionário trata de hermenêutica e exegese.

E, ainda que existam palavras distintas com significados iguais, uma delas tem uma conotação, um outro aspecto que leva a uma ação diferente. Se duas palavras são absolutamente idênticas, e tem o mesmo sentido, a própria linguagem acaba eliminando uma delas. Assim, idolatrar, adorar e venerar não possuem o mesmo significado, cada uma dessas palavras tem sentidos diferentes.

Para tentar elucidar um pouco sobre a intercessão dos santos, exponho aqui alguns aspectos mais polêmicos sobre esse assunto. Cristo é o único mediador entre Deus e os homens. “Pois há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo” (1Tm 2,5).

Quanto a isto não resta à menor dúvida. No Antigo Testamento, a mediação entre Deus e os homens se dava através da prática da Lei. Já no Novo Testamento é Cristo que nos reconcilia com Deus, através de seu sacrifício na cruz: “Desse modo ele é o mediador da nova aliança. Pela sua morte expiou os pecados cometidos no decorrer da primeira aliança, para que os eleitos recebam a herança eterna que lhes foi prometida” (Hb 9, 14-15).

E, ainda: “Eis porque Cristo entrou, não em santuário feito por mãos de homens, que fosse apenas figura do santuário verdadeiro, mas no próprio céu, para agora se apresentar intercessor nosso ante a face de Deus. E não entrou para se oferecer muitas vezes a si mesmo, como o pontífice que entrava todos os anos no santuário para oferecer sangue alheio. Do contrário, lhe seria necessário padecer muitas vezes desde o princípio do mundo; quando é certo que apareceu uma só vez ao final dos tempos para destruição do pecado pelo sacrifício de si mesmo” (Hb 9, 24-26). 

Porém, a intercessão dos santos se dá em outro caráter, que em nada fere a glória devida unicamente a Jesus Cristo, Mediador da Redenção. E, não significa que não possamos ter junto a Cristo, outros intercessores. Se a intercessão não fosse de outra natureza, São Paulo não nos teria pedido para que sejamos intercessores junto a Deus por todas as pessoas da terra: “Acima de tudo, recomendo que se façam súplicas, pedidos e intercessões, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranquila, com toda a piedade e honestidade” (1Tm 2,1-2).

Nossa Senhora e os santos são nossos intercessores junto a Jesus Cristo, o mediador. Todas as graças vêm de Deus e Ele nos concede pelos méritos de Jesus Cristo. Nenhum santo, nem Nossa Senhora, por si só, têm a força para concedê-las. Na tradição teológica, existe o que chamamos de Mysterium Lunae (Mistério da Lua), segundo o qual Maria e todos os santos brilham como a lua: não resplandecem por luz própria, mas refletem aquela que emana de Cristo.

Pedimos a intercessão dos santos e de Nossa Senhora, justamente porque agem em nome de Jesus, como outrora os apóstolos o fizeram. Por isso, concluímos todas as fórmulas de orações dirigidas aos santos, pedindo que Deus nos conceda por Cristo Nosso Senhor.

Espero ter elucidado um pouco.



Deus abençoe,

Padre Reginaldo Manzotti

Associação Evangelizar é Preciso
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India