Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Prefeito eleito Francisco Agábio participa de evento no Palácio da Abolição com o Governador Camilo Santana, Autoridades e sociedade civil

O prefeito eleito de Penaforte, Francisco Agábio participou de  um grande evento  realizado na manhã da última sexta-feira (2), no Palácio da Abolição em Fortaleza, que contou com a presença de 130 prefeitos (entre atuais e eleitos), autoridades do Estado, deputados, conselheiros comunitários, produtores rurais, representantes de instituições e sociedade civil, o governador Camilo Santana apresentou as ações de segurança hídrica para amenizar os efeitos do quinto ano consecutivo de chuvas abaixo da média. Ao longo de 2015 e 2016, foram perfurados mais de 2,8 mil poços, construídos 330 km de adutoras de norte a sul do Ceará, instalados 550 chafarizes e 191 sistemas de dessalinização de água. Durante a solenidade, embalada pela apresentação do músico Waldonys, também foram entregues três novas máquinas perfuratrizes que vão intensificar o trabalho de perfuração de poços no Interior.

O chefe do Executivo destacou a importância do engajamento de todos. "Tudo que tem sido pedido sobre a questão da água eu tenho atendido, pois para mim é nossa grande prioridade. Temos trabalhado sempre na perspectiva de que vai dar certo, vamos conseguir conviver com a seca. Eu sei o que os prefeitos enfrentam no interior e agradeço essa mobilização. Essa é uma ação que deve ser independente de partido, todos temos que estar unidos, iniciativa privada, meios de comunicação, que as instituições façam trabalho de conscientização para evitar o desperdício. É um esforço coletivo em nome do Ceará", disse.


Apenas um mês após a posse, o governador Camilo Santana lançou o Plano Estadual de Convivência com a Seca com medidas emergenciais, estruturantes e complementares para cinco eixos de atuação. Em julho deste ano, mais uma série de ações foi planejada e segue em fase de execução, desta vez com foco em Fortaleza e Região Metropolitana. Entre as ações, estão projetos na área de reúso, perfuração de poços, combate às perdas de água, além de uma campanha educativa de alerta para a importância de consumir água de forma responsável. Outro projeto é a duplicação do Eixão das Águas, que consiste em aumentar a vazão de transferência hídrica de 10 para 20 metros cúbicos por segundo, com custo estimado em R$ 655 milhões. Além disso, outros grandes projetos e ações são tocados em parceria com o Governo Federal, como o Cinturão das Águas.

Outra obra essencial para garantir o abastecimento hídrico em todo o Ceará é a conclusão a Transposição do Rio São Francisco. Nos últimos três meses, o governador Camilo Santana realizou pelo menos seis reuniões, sendo três com o Ministério da Integração Nacional, duas com Tribunal de Contas da União (TCU) e uma com o presidente Michel Temer, propondo soluções viáveis como o leilão reverso e mostrando a necessidade de acelerar as obras do trecho que vai trazer as águas do São Francisco para o Ceará, além de visitas à obra e mobilização da bancada cearense e da sociedade civil.

"A obra já está mais de 90% concluída, mas justamente o Eixo Norte, que leva água para o município de Jati, está paralisado há mais de quatro meses. A minha preocupação é que se não iniciarmos essa obra de imediato, corremos um risco muito grande se não chover. Já fiz várias propostas e em dezembro estaremos vendo outras medidas junto ao Ministério da Integração. Com um novo processo licitatório para a retomada das obras, ela deve ser retomada só em cinco ou seis meses e não podemos esperar. O acordo que fiz é que até janeiro ela comece emergencialmente", acrescentou o governador.


O secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, reforçou a preocupação do Governo do Ceará em garantir a segurança hídrica. "O governador logo quando assumiu nos pediu para elaborar o Plano de Convivência com a Seca, que foi lançado na Assembleia Legislativa. Agora, diante do cenário atual, ele fez uma apresentação para a sociedade no sentido de mostrar a situação hídrica do Estado e apresentar as ações que já foram ou estão sendo desenvolvidas no momento. Ele apresentou a necessidade de uma planta de dessalinização, de uma planta de reúso, a duplicação dos sifões do Eixão das Águas, a serem realizadas junto à iniciativa privada e o apoio da União. Ele está preocupado em montar no Ceará uma infraestrutura hídrica que permita conviver com as secas tão extremas e severas, então, é importante todos saberem o que estamos pensando, tanto em termos de ações emergenciais, como ações estruturantes a curto e médio prazo", disse.


Transposição do Rio São Francisco

Com as reservas nos mais baixos níveis já registrados, o Ceará tem nas águas do São Francisco uma maior garantia hídrica. No entanto, como a principal empreiteira que tocava as obras do Eixo Norte alegou problemas de ordem econômica e abandonou a obra, o Governo do Ceará vem defendendo soluções para a retomada das obras do Eixo Norte. As medidas foram descartadas pelo Ministério da Integração Nacional, que decidiu pela realização de novo certame licitatório. Os dois eixos (Norte e Leste), quando concluídos, permitirão captar a água, que percorrerá por 477 quilômetros de canais.

Com informações: Governo do Ceará
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India