Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

sábado, 24 de junho de 2017

Pesquisa Datafolha. Aprovação da gestão Temer cai para 7%

Nova pesquisa Datafolha mostra que a aprovação do governo Michel Temer chegou a 7%, a menor marca registrada pelo instituto em 28 anos.
Apenas o ex-presidente José Sarney (PMDB) ficou abaixo deste percentual, com 5% em setembro de 1989, ano em que a inflação média foi de 1.232,71%.

Desde que foi divulgada a delação da JBS, que jogou o presidente no centro da crise política nacional, a impopularidade do peemedebista aumentou. Hoje sua gestão é considerada ruim ou péssima por 69% do eleitorado e regular por 23%.Na comparação, em setembro de 1989, Sarney chegou a 68% de ruim ou péssimo e 24% de regular.

A situação de Michel Temer é pior que a de Dilma Rousseff (PT) às vésperas de ela sofrer impeachment. Em abril de 2016, a petista tinha 13% de aprovação e 63% de reprovação.

O mais recente levantamento do Datafolha, feito entre quarta-feira, 21, e esta sexta-feira, 23, com 2.771 entrevistados - publicado neste sábado, mostra Temer com a avaliação em queda. Há dois meses, sua taxa de ruim e péssimo estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Aqueles que o consideraram regular somavam 28% no final de abril.

Não souberam responder como avaliam hoje o governo Temer são 2% dos entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais e para menos. A nota do presidente caiu de 3 para 2,7.

O presidente Michel Temer foi gravado secretamente em março deste ano pelo empresário Joesley Batista, da JBS, em uma conversa tarde da noite fora da agenda no Palácio do Jaburu em que ambos trataram da relação com o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso.

O áudio foi entregue como prova na delação do empresário e deverá subsidiar três denúncias contra Temer elaboradas pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva, obstrução de justiça e organização criminosa. As peças ainda não foram apresentadas ao STF e, quando o forem, deverão ser remetidas à Câmara dos Deputados, o que deve acontecer nesta semana. Ao envolver o Congresso, a situação de Temer se torna ainda mais frágil.

Ele é acusado por Rodrigo Janot de ter dado o seu aval para que Joesley comprasse o silêncio de Cunha e de seu operador Lucio Funaro, que estão presos. Funaro, inclusive, está tentando celebrar um acordo de delação premiada, o que promete ser ainda mais devastador para o governo Temer. 

Fonte: Opovo Online
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India