Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Pe. Reginaldo Manzotti - Boletim Informativo Semanal

Filhos e filhas,
Nesta época de final de ano, na preparação para o Natal que se aproxima, é indicado sempre fazer uma reflexão sobre a nossa vida, os nossos objetivos. Um exame de consciência mais aprofundado. Mas o que é consciência? Se existe consciência, por que insistimos no errado?

O problema é que nossa consciência pode estar danificada, e continuamos com o mal e o pecado coabitando em nós. São Pedro nos diz: “Pois o batismo não serve para limpar o corpo da imundície, mas é um pedido a Deus para obter uma boa consciência” (1Pd 3, 21).

Somos livres na pratica do bem, mas uma liberdade que deve nos levar a uma boa consciência. Deus nos deu o chamado “livre arbítrio”, que é a liberdade de fazermos escolhas, de agir ou não agir, de fazer as coisas ou não fazer. Essa liberdade alcança a sua perfeição quando está em profunda sintonia com Deus.

O fato da pessoa dizer que fez algo coagido, porque as circunstâncias o levaram agir de forma errada, não justifica e não a livram da responsabilidade e das consequências de seu erro, pois fez mau uso do seu livre arbítrio e não ouviu a voz de Deus que fala na consciência.

Deus criou o homem de tal forma que deixou a decisão da sua vida entregue em suas mãos, como diz no Livro do Eclesiástico: Deus criou o homem e entregou a suas próprias decisões (Eclo,15, 14). Então, os atos levam a imputabilidade, o que fazemos tem consequências para nós, para os outros e para nossa salvação.

Deus é misericordioso, mas respeita o nosso livre arbítrio. Deus é bondoso, mas sofreremos as consequências do nosso livre arbítrio, porque Ele nos deixou o homem nas mãos de suas próprias decisões. O caminho para se tomar decisões certas é endireitar a consciência, endireitar a vontade pela razão.

No nosso dia a dia temos que tomar decisões, não estamos protegidos por uma redoma, temos que usar nosso livre arbítrio e nos valer de nossa liberdade, mas como não errar? Como fazer as escolhas certas?

O ser humano, pode ou não seguir a Deus, é nossa decisão também. Enquanto não estivermos em plena sintonia com Deus, enquanto não estivermos absorvidos em Deus, podemos escolher o bem e o mal. Crescer na perfeição para Deus ou definhar no pecado. A decisão é nossa.

Não é por acaso que o primeiro Salmo fala dos dois caminhos, o da perfeição ascendente a Deus, ou o do ímpio que definha no pecado e na mentira.

Quanto mais praticamos o bem, quanto mais nossas opções forem para o bem, mais nos tornamos livres. A liberdade é fruto das escolhas boas. As escolhas para o mal nos tornam escravos. Livres para servir, é a nossa opção concreta para o bem.

Que neste Natal de 2017, sejamos livres para acolher o Menino Jesus em nossos corações.


Deus abençoe,
Padre Reginaldo Manzotti
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India