Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Ritmo dos serviços nas obras da Transposição ainda é lento

Penaforte (CE) / Salgueiro (PE). Por volta das 6h30, três ônibus lotados de operários partem do canteiro de obras, na cidade no Cariri cearense, divisa com Pernambuco, para seus locais de trabalho. Nos últimos dois meses, o Eixo-Norte do Projeto de Transposição do Rio São Francisco ganhou mais trabalhadores. Mas a previsão, que já foi dezembro do ano passado e janeiro, deste ano, atualmente, é que as águas do "Velho Chico" cheguem ao Ceará no vago primeiro semestre de 2018. 

Em vários trechos, a obra ainda apresenta um número reduzido de funcionários e vegetação tomando conta do canal. Em Penaforte, duas pontes sobre a BR-116 precisam ser construídas, mas só uma delas foi iniciada. Lá, é onde se concentram mais atividades atrasadas. Inclusive, o Ministério da Integração havia prometido a ampliação da carga de trabalho em três períodos, mas só acontece em dois.

Um dos funcionários da empresa garante que há um número alto de equipamentos e veículos sem funcionar. Ele conta que já foi contratado pela quinta vez no Projeto da Transposição do Rio São Francisco e não tem perspectiva de que toda obra seja entregue tão cedo. "Será possível que eu vou ter que comprar uma caçamba do meu bolso para trabalhar?", reclama outro trabalhador, parado, jogando conversa fora.

Agravamento

A situação se agravou na terça-feira passada (16), quando um motorista de caminhão-caçamba foi sequestrado e o veículo levado pelos bandidos. O funcionário, morador de Salgueiro (PE), só foi liberado, sem ferimentos, já próximo de Fortaleza. A Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi até o canteiro de obras, na quarta-feira (17), investigar o crime. De qualquer forma, a Emsa-Siton, empresa responsável pela obra, ficou com um equipamento a menos para trabalhar.

Por outro lado, os moradores de Penaforte comentam que a Emsa-Siton contratou muito mais trabalhadores, inclusive, alguns aguardando receber o fardamento. Cerca de 60 pessoas foram chamadas no último mês. Para eles, visivelmente, a obra começa a andar novamente.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, com 260Km de extensão, o Eixo Norte está com 94,9% concluído. A meta 1 N, que está em atividade para trazer água do "Velho Chico" até o Cinturão das Águas do Ceará (CAC), está com 92,47% de sua execução física e conta com 2 mil profissionais e 550 equipamentos operando, ao longo dos 140Km da etapa.

Aumento do efetivo

Também informa que está realizando um aumento do efetivo devido à constante fiscalização dos serviços por parte dos engenheiros do Ministério. O objetivo é que a construtora amplie sua produtividade para cumprir o cronograma de entrega do empreendimento.

Atualmente, as águas do Rio São Francisco já percorrem 51Km dos canais do Eixo Norte. O atraso na obra aconteceu em decorrência da paralisação do serviço prestado pela empresa Mendes Júnior, que abandonou a obra em agosto de 2016.

Enquanto o titular da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Francisco Teixeira, informou que vem acompanhado a Transposição do Rio São Francisco, inclusive, o governador Camilo Santana visitou, pessoalmente, a obra no último dia 23 de dezembro. Ainda neste mês, ele retornará a Salgueiro, assim como às cidades onde executam o Cinturão das Águas.

Além disso, o titular da Pasta afirma que, caso o Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco esteja concluído, no primeiro semestre de 2018, o Ceará estará pronto pra receber sua água. Com o último recurso, de R$ 65 milhões, pago no último dia 28 de dezembro, o CAC terá andamento até o mês de fevereiro.

Audiência

Na última quinta-feira (18) o secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional, Antônio de Pádua, esteve em audiênciacom o Ministério Público da Paraíba, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em João Pessoa. Na ocasião, ele reafirmou o compromisso do Governo Federal de terminar a obra, ainda neste ano.

"O Governo Federal tem cumprido a sua parte. Hoje não temos nenhuma medição pendente. É importante que todos os órgãos se unam para encontrar soluções em conjunto e, assim, cumprir nossa meta, que é levar a água ao usuário final", destacou o secretário.

Fique por dentro

Canais devem beneficiar quatro estados 

Maior obra de infraestrutura hídrica do Brasil, com cerca de 477Km de extensão, a Transposição do Rio São Francisco está dividida em dois eixos: Leste e Norte. O objetivo é beneficiar mais 12milhões de pessoas, nos estados de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.


Em março do ano passado, o Ministério da Integração Nacional inaugurou o Eixo Leste, beneficiando Pernambuco e Paraíba. Nesta parte, a obra já chegou a 32 municípios, com vazão de 4,5 m³/s, entregues no leito do Rio Paraíba, em Monteiro (PB). O atual fornecimento já garantiria água para uma cidade com cerca de dois milhões de habitantes.

No Ceará, a Transposição do "Velho Chico" chegará, por meio do Eixo Norte, às barragens de Jati e Porcos, nas cidades de Jati e Brejo Santo.
De lá, a água percorrerá cerca de 53Km da etapa emergencial do Trecho 1 do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), por túneis, canais e sifões, até o Riacho Seco, em Missão Velha. Por gravidade, ela chegará até o Rio Salgado, passando pelo Rio Jaguaribe, que deságua no Açude Castanhão, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Fonte: Diário do Nordeste


Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Cometários publicados no blog não significa que seja o pensamento do blog.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India