Faça Aqui Sua Aposta

SIGA NOSSO BLOG NO TWITTER

CONTATO: narotadasnoticias@hotmail.com
SEJAM BEM VINDO....

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Transposição terá nova empresa contratada

Juazeiro do Norte. O Ministério da Integração Nacional (MI) confirmou a substituição da construtora que opera na meta 1N, do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf), que trará água ao Ceará, pelo município de Jati, no Sul do Estado. Após assumir a obra, em julho de 2017, a Emsa-Siton comunicou sua incapacidade financeira para concluir os serviços previstos no contrato. Até o mês que vem, uma nova empresa deve ser contratada e, segundo o MI, a mudança não afetará o cronograma.

O ministro Pádua Andrade confirmou a informação em audiência com senadores do Nordeste, em Brasília (DF). "Estamos fazendo a gestão de problemas pontuais naquele trecho para garantir a segurança hídrica da população do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O cronograma para entrega da água aos estados está mantido. A obra é uma prioridade do Governo Federal e vamos
concluí-las neste ano", afirmou. O ministro informou que a Emsa continuará os trabalhos nos pontos mais complexos da meta 1N até a permuta da prestadora de serviço.

Em janeiro, a equipe do Diário do Nordeste visitou o canteiro de obras, em Penaforte, e pôde observar o baixo número de trabalhadores contratados pela Emsa. Um dos funcionários, que não quis se identificar, confessou que havia um número alto de equipamentos e veículos sem funcionar, na época. Ele contou que já havia sido contratado pela quinta vez no Pisf e que não tinha perspectiva de que toda obra fosse entregue tão cedo.

Em vários trechos, a obra ainda apresentava um número reduzido de trabalhadores e vegetação tomando conta do canal, em Salgueiro (PE), por exemplo. Apesar de que, no município pernambucano, a obra já estivesse em fase avançada, uma ponte sobre a BR-116 ainda não tinha sido concluída. Já em Penaforte, duas pontes sobre a mesma rodovia precisavam ser construídas, mas só uma delas tinha sido iniciada. Lá, é onde se concentram mais atividades atrasadas.

Para o titular da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Francisco Teixeira, a atitude de rescindir o contrato com a empresa e chamar a quarta colocada no processo de licitação foi acertada. "É uma forma de buscar recuperar, pelo menos, parte do tempo perdido", disse. Além disso, o secretário afirmou que sistematicamente tem acompanhado o andamento, tanto do Pisf, quanto do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), por meio do próprio governador Camilo Santana e da Superintendência de Obra Hídricas (Sohidra). "Temos contato direto com a equipe do Ministério, em Brasília".

Além disso, Francisco Teixeira garantiu que o trecho emergencial do CAC, de 53Km, estará pronto até meados deste ano, "deixando pronto para receber as águas que serão transpostas a partir do Eixo Norte do Pisf", concluiu. Este eixo emergencial já tem 68% de avanço físico nos lotes 1,2 e 5 da obra, que levará água do Velho Chico até o Riacho Seco, em Missão Velha. De lá, percorrerá 13Km até o Rio Salgado, seguindo por gravidade até o Rio Jaguaribe, que abastece o Açude Castanhão - ontem, com 7,57% da capacidade.

Sem garantias

Na terça-feira (17), a Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou o resultado da avaliação do atual sistema de gestão do Pisf. A CGU acredita que o Projeto não tem garantia operação e manutenção. Além disso, o empreendimento não oferece sustentabilidade financeira, pois o custo de energia elétrica - usada no bombeamento da água - poderá atingir R$ 800 milhões ao ano, que deverá ser
arcado pelos estados que receberão a água.

Hoje, o Pisf está orçado em cerca de R$ 10,7 bilhões, mas esta verba não inclui os investimentos adicionais para levar a água para as comunidades que se encontram nas áreas lindeiras dos canais e para regiões mais dispersas do sertão. A CGU estima que o custo final da obra, quando concluídas tais etapas, chegue à R$ 20 bilhões.

Os exames realizados pela CGU mostraram que o Ministério priorizou a execução das obras e postergou o planejamento para a operação, manutenção e sustentabilidade. Além disso, embora esteja em operação no Eixo Leste, ainda não foi definida a garantia do uso da arrecadação da cobrança na aplicação de sua operação e manutenção.

Explicações

Em nota, o Ministério da Integração informou que optou por priorizar as estruturas que atendem às populações com risco de colapso no abastecimento. Esta estratégia evitou que 1,5 milhão de habitantes de Campina Grande (PB) e região ficassem sem água e possibilitou o fim do racionamento.

Sobre a operação e manutenção do Pisf, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está alterando sua estrutura organizacional e criando uma área específica com essa finalidade.
"As questões ligadas à operação e manutenção sempre foram tratadas com a mesma prioridade em relação à execução do empreendimento", disse.

Além disso, explicou que o modelo de gestão do Projeto tem atendido às obrigações estabelecidas no Termo de Compromisso, tem sido amplamente discutido com todos os membros do Sistema de Gestão.

Quanto à sustentabilidade, o MI reconhece que o cenário econômico do País e dos estados mudou desde a assinatura do Termo de Compromisso, em 2005. Por isso, está em busca de soluções que viabilizem o Projeto de forma mais eficiente. Há tratativas com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) em busca de estratégias para garantir melhor custo-benefício à operação do sistema.

Fonte: Diário do Nordeste

Juazeiro do Norte decreta situação de emergência por causa das chuvas

Juazeiro do Norte. Na última segunda-feira (16), o prefeito Arnon Bezerra decretou Estado de Situação de Emergência no Município por conta das fortes chuvas ocorridas no Município no mês de abril. O documento, assinado no último dia 5, afirma que as precipitações ocasionaram o rompimento de estradas de acesso e a inundação de inúmeros logradouros públicos.

O decreto indica que estas mesmas chuvas deixaram centenas de pessoas desabrigadas, nas zonas urbana e rural, “fazendo com que muitas delas perdessem os seus objetos pessoais, incluindo suas moradias”. Além disso, prevê que mais chuvas voltem a atingir o Município nos próximos dias e, por isso, é preciso adotar medidas emergenciais.

Durante o período de vigência do decreto, 180 dias, contando a partir do dia 5 de maio, o chefe do Poder Executivo poderá realizar a contratação de serviços e aquisição de materiais para reverter os efeitos da chuva, conforme as regras previstas pela Lei Federal nº 8.666/93.

Volume

A última grande precipitação na terra do Padre Cícero aconteceu no dia 9 de abril, no qual o Sítio São Gonçalo registrou 60 milímetros, já o pluviômetro em sua sede teve 37 milímetros. Por outro lado, há cinco dias não chove em Juazeiro do Norte – a mais recente aconteceu no último sábado (14), com 15 milímetros. No entanto, em 18 dias, já choveu 202,4 milímetros no Município, 11,5% acima de sua média histórica no mês de abril (181,5 mm).

Danos

As chuvas no Município causam muitos prejuízos à população. Já são comuns os alagamentos nas rodovias que ligam Juazeiro às cidades vizinhas de Crato e Barbalha, causando engarrafamentos. Na noite dessa quarta-feira (18), mesmo sem registrar chuvas, um caminhão de coleta de lixo cedeu no asfalto da Avenida Ailton Gomes, no bairro Pirajá, próximo à EEF Izabel da Luz.

Na manhã da última terça-feira (17), mais um trecho da Avenida Padre Cícero cedeu, no trecho próximo ao Teatro Marquise Branca. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura, isso aconteceu devido a ruptura em tubulações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Os técnicos da empresa estiveram no local realizando os devidos reparos para sanarem o problema.

Por causa destas obras, este trecho na Avenida Padre Cícero interditada. Os veículos devem trafegar pelo Rua Paulo Maia, retornando na Rua Hildegarda Barbosa, para seguir o trajeto normalmente. Os serviços, iniciados semana passada, seguem acontecendo e o prazo previsto para a conclusão é de 10 dias, junto com a pavimentação.

Fonte: Diário Cariri/DN

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Penaforte-CE: Escola de Ed. Básica Joaquim Pereira Lima, selecionada, entre os cinco melhores projetos da CREDE-20 para participar da Conferência Estadual

A Escola de Educação Básica Joaquim Pereira Lima, Penaforte-CE está participando da V CONFERÊNCIA ESTADUAL INFANTOJUVENIL PELO MEIO AMBIENTE DO CEARÁ – CEIJMA-CE com o PROJETO: NOSSA ÁGUA, NOSSO ALIMENTO. Realizou a Conferência na Escola, participou das Conferências Municipais e Regionais sendo selecionada, entre os cinco melhores projetos da CREDE 20 – Brejo Santo-CE para participar da Conferência Estadual, cujo tema é: VAMOS CUIDAR DO CEARÁ CUIDANDO DAS ÁGUAS, o evento reuniu nove escolas, representados por alunos e professores. .

Coordenadora da Área de Ciências Humanas: Aurileide Soares Dantas

Professora Coordenadora do Projeto na Escola: Aurineide Alves de Olievira

Aluno votado para Delegado: Murilo Vieira Santos - 9º Ano 
Aluna votada para Suplente: Ellys Winny Oliveira - 7º Ano “A”

Nossos Parabéns e agradecimentos.

“Obrigado e vamos cuidar das nossas águas”
Equipe da Secretaria Municipal de Educação
Penaforte-CE


Tasso afirma que “negligência do Governo” com prazo da transposição é “inaceitável”

Nova ameaça de paralisação das obras de transposição do rio São Francisco foi questionada pelo senador Tasso Jereissati (PSDB) nesta quarta-feira (18). Apesar das chuvas na quadra invernosa, a situação do Ceará ainda é crítica. O maior açude do Estado, o Castanhão, tem apenas cerca de 6% da capacidade.

No plenário do Senado, Tasso frisou que “a negligência do Governo Federal em relação ao drama da seca que atinge a população cearense é inaceitável”.

De acordo com o senador, o governo alega que as obras foram interrompidas por conta da desistência da empresa contratada para realizar o projeto, problema esse considerado por ele “recorrente”.
A expectativa era de que as obras fossem concluídas até o início de 2019, mas estão ameaçadas pela substituição da empresa.

Tasso destacou que, no final de 2017, esteve com o então Ministro da Integração, Pádua Andrade, solicitando medidas emergenciais por conta da grave seca e da iminência de um colapso no fornecimento de água nas grandes cidades.

“Naquela ocasião, o governo justificou que era necessário adotar todas as cautelas, para que as obras não voltassem a ser paralisadas em função de problemas na contratação da empresa construtora. Pois o problema se repetiu”, ressaltou o ex-governador.

Em reunião na tarde de hoje, outros parlamentares expuseram ao ministro da Integração Nacional a preocupação com as obras do chamado Eixo Norte. Ela deve beneficiar moradores dos estados do Ceará, da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte.

Fonte: Tribuna do Ceará

Empresa desiste da transposição e quase toda obra para

A obra da transposição das águas do Rio São Francisco acontece apenas em pontos considerados prioritários pelo Ministério da Integração Nacional. Isso porque o Consórcio Emsa, vencedor da licitação para obras do Eixo Norte, desistiu do projeto afirmando que não tem condições financeiras para a conclusão. Nesta quarta-feira, 18, o ministro Pádua Andrade afirmou, no Senado, que o problema não deverá atrasar a obra.
O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) afirma que esteve em reunião com o ministro nesta manhã. No encontro, foi apresentado o quadro atual das obras e o cronograma físico e financeiro para a conclusão. "O ministro afirmou que já está dialogando com a empresa Emsa para rescindir o contrato de forma amigável", diz.

"Durante esse período, a empresa não cumpriu o ritmo previsto, pedindo mais um ano (para concluir). Além disso, existe um débito com trabalhadores de três meses e débitos com fornecedores de mais de R$ 10 milhões", explica o deputado. O próprio ministro teria decidido pela rescisão com a Emsa. "Se a rescisão não for amigável, a empresa pode ficar impedida de executar qualquer obra pública em todo o Brasil".

O Consórcio Emsa - Siton, terceira colocada na licitação, assumiu as obras do Eixo Norte do Projeto de Integração em julho de 2017. A Passarelli Ltda. e a Marquise S.A, primeira e segunda colocadas, respectivamente, foram desabilitadas no processo licitatório por "não atender itens técnicos" do edital, conforme o Ministério da Integração Nacional. O POVO Online apurou que a quarta colocada no processo, Ferreira Guedes, estuda a possibilidade de tocar a obra. 

"Sugeri ao ministro, se possível, autorizar os três turnos de trabalho para a água chegar antes da nova estiagem", diz Gomes de Matos. Ele também afirma que o Batalhão de Engenharia do Exército Brasileiro teria se colocado a disposição para tocar a obra. "Estamos em contato com a Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU) para ver se há o entendimento de autorizar".

Prejuízos

Para o senador Tasso Jereissati, há negligência do Governo Federal em relação ao drama da seca no Ceará, o que ele classifica como "inaceitável". No plenário do Senado, ele manifestou que "é preciso que o Governo tome medidas realmente emergenciais, visto a gravidade da situação".

Ele esteve com o então ministro da Integração Social, Helder Barbalho, em 2017, quando solicitou medidas emergenciais em relação ao fornecimento das águas. "Naquela ocasião, o governo justificou que era necessário adotar todas as cautelas, para que as obras não voltassem a ser paralisadas em função de problemas na contratação da empresa construtora. Pois o problema se repetiu", disse.  

"O prejuizo é grande porque já gera o problema social, do debito que existe com a região, das pessoas todas que precisam", diz o deputado Raimundo Gomes de Matos. "O segundo prejuizo é que quando chegar o segundo semestre, vai estar seco. E o estado do Ceará não apresentou nenhum outro projeto de recursos hidrícos para suprir o déficit".

O que diz o Governo

O ministro afirma que o problema não atrasará o cronograma e o Eixo Norte deverá ser concluído ainda neste ano. "Estamos fazendo a gestão de problemas pontuais naquele trecho para garantir a segurança hídrica da população do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O cronograma para entrega da água aos estados está mantido. A obra é uma prioridade do Governo Federal", diz.

Durante audiência a senadores da região Nordeste, em Brasília, Pádua Andrade afirmou que os trâmites para rescisão foram iniciados na última segunda-feira, 16. Desde então, a área técnica do Ministério está adotando todas as medidas cabíveis para formalizar a rescisão contratual, nos termos da legislação. A previsão é que a nova permuta seja concluída até o próximo mês.

Projeto São Francisco

O Eixo Norte do Projeto São Francisco conta com 260 quilômetros de extensão, com 95% do trajeto finalizado. O trecho poderá atender mais de sete milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte após ser concluído.

Fonte: OPovo Online 

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Desvios na BR-116 em Penaforte, Causam Reclamações de Motoristas

Os dois desvios construídos na BR-116 em Penaforte para a construção de duas pontes para a passagem das águas da Transposição do Rio São Francisco, vem causando transtornos aos motoristas que trafegam pela BR-116, os desvios ficam no KM 541 e no KM 535, com pouco menos de 01 KM cada, com as chuvas a situação se agravou com buracos e em alguns pontos não tem mais asfalto, aumentando o perigo, alguns acidentes já foram registrados nos desvios, felizmente com danos materiais apenas. 
Para agravar a situação já faz alguns dias que não é visto operários trabalhando na construção das pontes, em uma das construções os equipamentos já foram recolhidos, deixando uma dúvida de quanto tempo levará para a conclusão das pontes.
 O motorista mineiro Cicero Soares, reclama da situação, ele que todos os meses utiliza a BR-116, reclama de prejuízos causados, "Sempre que passo por esse trecho vejo carros de passeio com pneus estourados, fora o risco de acidentes".


Saiba como se precaver contra o vírus H1N1, semelhante ao da gripe

A população brasileira volta a lidar com os vírus de influenza. No país, circulam o influenza A/H1N1pdm09, A/H3N2 e influenza B, segundo portal do Ministério da Saúde. A campanha de vacinação  começará na próxima segunda dia 23, é importante ficar atento a prevenção e ao modo de transmissão. A Secretaria de Saúde do Ceará divulgará, ainda nesta terça-feira (17), informações sobre registros da doença no Ceará.

Foram registrados 286 casos de influenza no Brasil até 7 de abril deste ano. No total, foram 41 óbitos. Entre os do tipo H1N1, 116 registrados com 16 óbitos. As informações são do Ministério da Saúde.

Gestantes, idosos acima de 60 anos, crianças de até 2 anos, obesos com IMC acima de 40 (adultos), pessoas com alguma doença hematológica, distúrbios metabólicos e transtornos neurológicos são o grupo de risco.

A pessoa infectada pode demorar de 1 a 4 dias para apresentar os sintomas, que são muito parecidos com os de resfriado ou gripe comum. Mas é importante ficar atento a intensidade de cada um: febre alta, dor no corpo, dor de cabeça, dor de garganta, coriza, tosse, vômito e diarréia.

Além dos sintomas parecidos, a transmissão também é semelhante a da gripe. Pode ocorrer por meio das mãos, quando o vírus pode ser levado a boca, nariz e olhos.

O tempo para que o vírus seja transmitido para outra pessoa pode variar entre 1 e 7 dias. Para se prevenir, basta ficar atento a cuidados simples, mas que passam despercebidos durante a rotina.

– Lave sempre as mãos com água e sabão. Evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca;
– Tenha sempre um frasco de álcool-gel para garantir que as mãos estejam sempre limpas;
– Se necessário, use máscara para evitar infecção pelo ar;
– Não compartilhar utensílios de uso pessoal como toalhas, copos, talheres e travesseiros;
– Verificar com o médico se há necessidade de tomar a vacina que já tá disponível contra a gripe H1N1;
– Manter hábitos saudáveis, como alimentar-se com bastante frutas e verduras. Além de beber muita água.

Fonte: Tribuna do Ceará

Moradores ficam ilhados após açude sangrar em Aguiar, Sertão da Paraíba

Moradores da comunidade Lancha II, na cidade de Aguiar, no Sertão da Paraíba, ficaram ilhados neste fim de semana, após as chuvas causarem a sangria no açude da região. De acordo com os moradores, cerca de dez famílias ficaram ilhadas e cinco delas ficaram desabrigadas.

Os alunos precisaram utilizar canoas para ir até as escolas. Segundo o agente de manutenção do escritório da Cagepa, José Roberto Valdevino, o açude foi construído no final de 2016 e já no inverno do ano passado o acesso à comunidade ficou comprometido. Com as últimas chuvas a água ficou represada e inundou as casas.

Na construção do açude, a prefeitura de Aguiar não teria incluído o planejamento do acesso e nem a relocação das pessoas. Em nome dos moradores, o advogado Françualdo Alves da Silva denunciou o caso ao Ministério Público Estadual. Ele denuncia que as famílias estão totalmente desabrigadas, ilhadas , isoladas e desamparadas pelo poder público com as casas submersas nas águas da represa do açude.

O prefeito do município Lourival Lacerda informou que vem dando apoio às famílias e que uma delas foi relocada para uma casa alugada pela prefeitura. Os demais moradores estão nas casas de familiares.

Houve a doação de cestas básicas e de canoas que foram liberadas para o local com a intenção de ajudar no transporte. Ele ainda informou que, inicialmente, a relocação estava no projeto, mas as famílias resistiram a sair do local. Atualmente o prefeito está construindo 25 casas para abrigar os moradores.

Fonte: G1 PB

Concurso: Governador Camilo Santana anuncia 2.500 vagas para professor da rede estadual

Durante a transmissão via Facebook desta terça-feira (17), o governador Camilo Santana anunciou que o concurso para professor da rede estadual de ensino terá 2.500 vagas. O edital será divulgado até o mês de junho pela Secretaria da Educação (Seduc). “Anuncio agora que serão 2.500 vagas para professor. Lembrando que o Ceará é referência no Brasil em educação pública. Temos hoje a melhor carreira do País em rede pública. Investimos muito nessa área, pois acreditamos que esse é o caminho para construir um futuro melhor”, disse o chefe do Executivo.

Na ocasião, o governador também anunciou a previsão do lançamento dos editais para concursos de outros três órgãos. “Já anunciei este ano o concurso da Funceme, para 40 vagas, cujo edital vai sair nas próximas duas semanas. Anunciei o concurso da Secult, para 132 vagas, o edital sai em junho. O mesmo para o concurso da Ematerce, para 263 vagas, o edital vai ser divulgado até agosto”.

Camilo Santana lembrou que, anteriormente, já fez concursos para a Polícia Militar do Ceará, Polícia Civil, da Perícia Forense do Estado (Pefoce), agentes penitenciários, Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) e para as três maiores universidades públicas estaduais (Uece, UVA e Urca).

Perguntas de internautas
Camilo respondeu a seguidora Nina Sousa, que cobrou mais segurança nos presídios. “Amanhã haverá a aula inaugural do Curso de Formação Profissional para os 1.715 candidatos aprovados no último concurso para agente penitenciário. Em breve, pretendo chamar mais turmas”, afirmou Camilo Santana.

Diana Castro perguntou quais são as obras previstas para o município de Forquilha. “Em breve lançarei oficialmente o programa Sinalize, para todos os municípios do Ceará, com obras de pavimentação, e certamente Forquilha será contemplado”.

Cristiano Mesquita questionou quando será inaugurada a EEEP de Senador Pompeu. “A previsão é de inaugurar em maio. Além dessa escola, há uma série de outros projetos para o município, incluindo a construção de um novo Centro de Educação Infantil (CEI), uma nova rodoviária, obras de abastecimento de água e um novo galpão para fabricação de calçados, gerando mais empregos”.

Dionilson Almeida agradeceu pelo que o Governo do Ceará tem feito pelo Hospital de Messejana. “Sei das dificuldades e por isso tenho feito o que está ao meu alcance. Ampliei em 60% os leitos e estou implantando 42 novos leitos para que as pessoas não fiquem nos corredores”, disse o governador.

Ronaldo Pinheiro perguntou quais são os projetos para o município de Deputado Irapuan Pinheiro. “Estive recentemente lá inaugurando a estrada que liga Milhã a Irapuan Pinheiro e Acopiara. Lá também vai ter areninha, brinquedopraça, sistemas de abastecimento de água, obras de asfaltamento e vários outros benefícios”.

Agenda
Citando as ações recentes, o governador falou sobre a assinatura da ordem de serviço para a reforma da delegacia e da praça da Cidade 2000; a inauguração da primeira rede de distribuição de Gás Natural Renovável do Brasil, em Caucaia; a entrega da Uniseg da Messejana; o início das obras de reforma do Parque de Exposições do Crato; o lançamento do projeto Integração Pecém e a entre do novo Centro de Educação Infantil (CEI) de São Gonçalo do Amarante; a implantação do BPRaio e sistema de videomonitoramento de Cascavel; inauguração da Escola Estadual de Educação Profissional de Tabuleiro do Norte; o lançamento do projeto Novas Areninhas em Fortaleza; entre outras.

Para os próximos dias, estão previstas para a quinta-feira (19) a assinatura da ordem de serviço da Areninha do Mondubim, como ação do programa Juntos Por Fortaleza; a inauguração do núcleo da Pefoce e da Avenida Irmã Maria da Graça e Estrada da Fruta, em Russas; na sexta-feira (20) vai inaugurar a Uniseg de Juazeiro do Norte e a areninha do Crato; e no sábado (21), participa da implantação do BPRaio e do sistema de videomonitoramento de Morada Nova.

Ao final da transmissão, Camilo Santana parabenizou Fortaleza pelo seu aniversário de 292 anos, completados na última sexta-feira (13).

terça-feira, 17 de abril de 2018

I Simpósio sobre Síndrome de Down do Cariri acontecerá em Juazeiro do Norte

O I Simpósio Sobre Síndrome de Down do Cariri será realizado nos dia 20 e 21 de abril, no auditório do Centro Universitário Unileão – Unidade Saúde, e está sendo promovido pela Anaclinic Psicologia Infanto Juvenil.

O evento tem como objetivo contribuir para a elaboração de novos conceitos acerca da síndrome de down e colaborar para a garantia da inclusão das pessoas com deficiência.

Para ter acesso às inscrições e mais informações os interessados devem acessar o site.

Programação
Dia 20/04
17h00 – Acolhimento, Credenciamento e Coffee Break

18h00 – Abertura do Evento

18h30 – Luciana Coelho L. Sampaio (Psicanalista/Psicóloga) – “A importância do cuidado e acolhimento as famílias que recebem o diagnóstico de Síndrome de Down”

19h50 – Dra Lilianny M. Pereira (Pediatra/Neonatologista) – “Intervenção com o método Padovan na trissomia 21”

20h30 – Gardênia Bitu Bezerra (Terapeuta Ocupacional) – “A  intervenção da terapia ocupacional na reabilitação neurológica infantil”

21h10– Silnayra Bida Magalhães (Fonoaudióloga) – “Intervenções Fonoaudiólogicas nas pessoas com Síndrome de Down”

22h00 – Encerramento

Dia 21 / 04
08h00 – Dr. Zan Mustacch (Pediatra/Geneticista)  – “Aspectos clínicos na trissomia 21”

09h30 – Cofee Break

09h50 – Apresentação Cultural – Ballare

10h10–  Dr. Zan Mustacch (Pediatra/Geneticista) – “Trissomia 21: Nutrição, Educação e Saúde”

11h30 – Mesa Redonda

12h00 – 13h50 – Intervalo para almoço

​14h00 – Apresentação cultural – Meninos da APAE

14h20 – Ms Savio C. Alencar (Neuropediatra) – “Entendendo a interface Autismo e Síndrome de Down”

15h00 – Dra Isaura Elaine G. M. Rocha (Cardiologista) – “O coração na trissomia 21”

15h45 – Joana D’arc Esmeraldo (Psicóloga) – “A expressão da sexualidade da pessoa com Síndrome de Down”

16h30 – Mesa Redonda

17h00 – Cofee Break

17h30 – Dra. Anne Dulcinéia P. Morais (Advogada) – “Avanços e inovações na legislação em relação a pessoa com deficiência”

18h10 –Marcos Macedo Teles (Acadêmico de Educação Física) – “Desafios e Conquistas na minha vida no Sistema Educacional”

* Mesa Redonda

18h50 – Gabriel Barbosa F. Calou (Psicólogo) – “Como estimular as habilidades sociais na trissomia 21”

19h30 – Dra. Eponina R. de Sá B. Coutinho (Endocrinologista) – “O sistema Endócrino metabólico na Trissomia 21”

20h10- Suzana Pires (Psicóloga) – “Práticas pedagógicas aplicadas à pessoa com Síndrome de Down”

20h50 – Mesa Redonda

21h20 – Encerramento



Fonte: Site Badalo

Confira o Resultado da Ação Entre Amigos do ECC da Paróquia Nossa Senhora da Saúde de Penaforte

Foi realizado no último domingo 15/04 o sorteio da ação "Entre Amigos" em prol do ECC com o apoio da paróquia Nossa Senhora da Saúde de Penaforte, foram sorteados 15 prêmios. 
O Encontro de Casais com Cristo (ECC)  agradece a todos que colaboraram  ajudando a vender ou comprando a rifa.


Parabéns aos ganhadores:

1º- Prêmio um Ventilador
Ivaneide ( Posto Fiscal)

2°- Prêmio um Liquidificador
Elidiane Lucena

3º- Prêmio um Ferro Elétrico
Isadora Piancó

4º- Prêmio uma Sanduicheira 
Juliane Dias

5º Prêmio um Carneiro
Davi Lucena

6º- Prêmio uma Panela de Pressão
João Fábio

7º- Prêmio uma Batedeira
Celiane Bringel

8º- Prêmio um Liquidificador
Lidiane Campos Oliveira

9º- Prêmio um Espremedor de Laranja
Mônica Vital

10º- Prêmio uma Churrasqueira Elétrica
Sônia Mendonça 

11º- Prêmio uma Panela de Pressão
Antonio Vitor (Salgueiro)

12º- Prêmio um Espremedor de Laranja
Rogério Soares 

13º- Prêmio uma Panela de Pressão
Antonio Magalhães

14º- Prêmio um Cobertor
Francinal Pereira

15ª- Prêmio R$ 500,00 Reais
Francisco Antonio Filho (Tico da Lotação)

Todos os prêmios já foram entregues pela equipe dirigente.    




Fotos: PASCOM

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Bodocó tenta se reerguer após ser destruída pela chuva; PE-545 segue fechada e acesso à cidade é difícil

A cidade de Bodocó, no Sertão de Pernambuco, tenta se reerguer após ter diversas casas inundadas pela água de rios e açudes, que transbordaram com a forte chuva da última sexta-feira (13). Segundo a prefeitura, o número desabrigados e desalojados é de 872 pessoas. A principal via de acesso à cidade, a PE-545, que cedeu com a correnteza ainda segue bloqueada, dificultando a chegada de assistência e impedindo a passagem rápida de doentes até o Hospital Regional Fernando Bezerra em Ouricuri.

O Comando do Segundo Batalhão de Engenharia de Construção do Exército (Piauí) realizou no domingo (15) uma avaliação das condições estruturais da Ponte Rio Pequi, na PE-545, que liga Bodocó a Ouricuri, onde parte da estrutura cedeu. No local deve ser feita a instalação de uma ponte móvel, de estrutura metálica, para que o tráfego seja liberado. Mas, ainda é preciso uma avaliação final para que o Comando Nacional do Exército autorize o serviço.
O acesso principal ao Hospital Regional Fernando Bezerra, a 18 km de Bodocó, está afetado. Os pacientes de urgência estão tendo que pegar uma via alternativa de mais 200 quilômetros para chegar até hospital.

Os desabrigados estão em dois locais: Centro de Educação Infantil Dorina Ferraz Gominho Bispo também no Colégio Municipal Antônia Locio da cruz. Já os desalojados estão nas casas de parentes. As equipes da prefeitura estão fazendo visitas domiciliares nas casas atingidas para fazer o cadastro social.

De acordo com a Assessoria da Prefeitura de Bodocó, todas as escolas municipais estão com aulas suspensas. Além disso, a escola estadual João Carlos Locio de almeida, também está sem funcionar. As demais escolas estaduais estão funcionando normalmente.

Em nota, a Casa Militar, através da Secretaria Executiva de Defesa Civil do Estado, informa que está com uma equipe de apoio em Bodocó desde a sexta-feira e que uma equipe de engenharia seguiu para a cidade para realizar o levantamento dos estragos estruturais e possíveis ações necessárias.

De acordo com o levantamento, a Escola Estadual Carlos Lócio foi interditada por alagamento, uma ponte atingida e parcialmente destruída e 176 famílias estão desabrigadas e 64 famílias desalojadas no município.

A Secretaria de Educação do Estado informou em nota que as aulas nas três escolas da Rede Pública Estadual de Ensino de Bodocó estão suspensas nesta semana pela dificuldade de acesso às escolas. A Gerência Regional de Educação (GRE) Sertão do Araripe está visitando a região nesta segunda-feira (16) e está organizando um calendário de reposição para as atividades que seriam realizadas nesta semana.

Fonte: G1 Petrolina

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha , Car Price in India